+55 (54) 3327-2002

Segunda à sexta das 07:30 às 12:00 e das 13:00 às 17:20

Notícias

Preço do trigo vai subir em 2018

Na projeção da Consultoria Trigo & Farinhas


Depois de um ano sem muitas variações no preço, 2018 promete ter um aumento no preço da cultura do trigo

Foto: Divulgação BioTrigo/ Ron Lima

Na projeção da Consultoria Trigo & Farinhas, os preços do grão de trigo irão subir no próximo ano, por força da necessidade de utilizar trigo importado para atender as exigências de qualidade nas farinhas: “A safra de trigo nacional, próprio para moagem, foi de apenas 3,2 milhões de toneladas, mais uns 2,0 milhões de estoque final da safra 2016/17 (há controvérsias), de modo que o Brasil terá que adquirir cerca de 7,2 milhões de trigo em grão, mais aumentar a importação direta de farinhas”.

Na visão da T&F, o grande problema está na demanda por farinhas: “Ela existe, mas a maioria dos moinhos não a está encontrando, porque mudou muito. Houve um movimento de ocupação do território no primeiro semestre deste ano, entre alguns moinhos do sul, que gerou um primeiro desarranjo no mercado de todos”.

“No segundo semestre este movimento arrefeceu e começou outro, bem mais forte e perigoso, dos moinhos do nordeste em direção ao sul. Primeiro trataram de garantir o seu próprio feudo na região, conseguindo incentivos estaduais. A Bahia, por exemplo, concede desconto de até R$ 16,00/saca, tornando o preço da farinha local mais barata que a farinha que vem do Sul. Depois, trataram de captar os clientes de MG, ES, RJ e SP dos moinhos do sul, que, assim, se viram sem demanda”, explica o analista Luiz Fernando Pacheco.

Segundo ele a demanda existe, porém trocou de mãos: “E é com este cenário que estamos entrando em 2018. Para fazer farinhas de qualidade os moinhos vão ter que importar trigo argentino. Como os preços das farinhas não estão subindo, terão que misturar este trigo com o gaúcho, mais barato, ou com trigo paranaense, para fazer mescla de preços e de qualidade”. 

“E como concorrer com os moinhos do Nordeste, cuja importação e logística é (muito) mais competitiva do que os do sul, quando se trata de trigo importado? Então, prevemos a continuação dos tempos difíceis para a lucratividade dos moinhos em 2018, porque, de um lado, as matérias primas (trigo em grão, energia, salários, combustíveis, fretes) tenderão a subir e os preços das farinhas tenderão a não subir ou até a cair. A reação da economia, que chegou a alguns bens de consumo, como automóveis, linha branca, eletrônicos, roupas, ainda não chegou às massas e biscoitos, que é o nosso mercado. A grande pergunta que sempre fazemos é: por que será? Falta de propaganda, em nossa opinião”, conclui Pacheco.


Fonte: Portal Agrolink/ Leonardo Gottems


Ver Mais Notícias


Endereço:


Estrada do Trigo nº 1000 - Bairro São José CEP 99050-970 - Passo Fundo - RS - Brasil


Telefone:


+55 (54) 3327-2002



Horário de Atendimento:


Segunda à sexta das 07:30 às 12:00 e das 13:00 às 17:20



E-mail:


biotrigo@biotrigo.com.br

© 2018 Biotrigo Genética. Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas